04 julho 2009

Mãe....

myspace layout images



A dor silenciosa, o mutismo gélido da morte,
Os olhos mortiços gritavam a dor física inconfessada..

As palavras trancaram-se, pedaços de silêncio num olhar perdido,
O sorriso, onde está o teu sorriso? Aquele que nunca se apagava…
Não, nem o sorriso levaste no rosto…
Não, a morte roubou-te esse dom… mostrava só dor… física… e a da alma.

A da Alma… era evidente no teu rosto sem cor, nos olhos entreabertos sem vida..
Carregavas tanta tristeza, tanta desilusão, tanto abandono…

Esse teu modo, aparentemente, frágil de fazer de conta que não sentias … o teu olhar fixo… como a dizer: - “Sei tudo o que sentes…”

Tento abstrair-me, deixar longe tudo o que me traga ecos, reminiscências, tento guardar apenas o teu sorriso… Mas o teu olhar triste não me deixa.

Aquela sensação de impotência apodera-se do meu espirito e as sombras negras da tua agonia revoltam-me…
Queria sentir o silêncio da tua dor, a paz da tua presença, o teu olhar calmo…

Que me sorrisses aí desse lugar…
Saber que aí, tens o que te negaram…

02 julho 2009

Lembranças...

Fantasia


Se disseres que me amas, acreditarei em cada palavra por vaga que seja, limitarei os meus sinais de alerta apenas ao teu rosto, nem o teu olhar perscrutarei, as sombras que por eles possam passar não as vou ver, simplesmente porque não quero ...
Mas se as interrogo, espero que a resposta seja aquela que quero ouvir.... Poderei não sorrir... mas fica o eco... “pode ser” se não for ...
E fico à espera, iludindo os dias com palavras e risos... tão verdadeiros como as sombras que não quiseram ver!
Não vou procurar motivos porque me dei, nem tentar encontrar razões porque te quis,
Tão simplesmente caminhar sem recordações, ficar vazia e construir a ilusão de vida.

Morrer amanhã ou não, nada me diz, serei o entardecer de cada dia!

01 julho 2009

Sem rumo...

Fantasia
Ao longo do eterno caminho da morte,
Visões estranhas, medos absurdos...
Sem tempo, sem rumo...
Estou... vou... e não sei se chego ou fico... cumpro o destino...Sem luz ou sombra, sem rumo, abstracto...
Um lugar vazio de tudo.
Será a morte? Ou a visão do meu mundo?
Aqui estou! Ainda viva, sem luz, sem sombra, sem rumo......



Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Um mundo de esperança..