25 novembro 2011

Não te consigo inventar. ®: sou eu.

Não te consigo inventar. ®: sou eu.: é um poema onde rio um poema onde choro, o poema onde vivo o poema onde morro. um poema tão vazio sou eu.

1 comentário:

  1. o ✿⊱╮.˚ ˚✰˚ ˛★* ˚ ˚✰˚ ˛★*。 ღ˛° *
    Um Feliz Natal e Um Ano Novo Magnífico!
    A todos os Amigos do Toque de Midas, o meu
    eterno agradecimento pelo vosso carinho e amizade.


    Volto breve, a partir de Janeiro estarei por aqui
    a visitar todos os que muito estimo


    Bom Ano 2012


    Abraços

    ResponderEliminar

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Um mundo de esperança..