17 dezembro 2011

Não fales

Não ouvi a tua voz, no entanto sussurravam distantes sons dispersos numa tentativa incansável para me alertar para mágoas sem fim.
O teu sorriso partiu, sem se despedir. O brilho do teu olhar esvaneceu sem esperar pelo meu aconchego.
Perdi-te, assim…
Desde então, a escuridão prevalece em nossas vidas perdidas num tempo que nos roubou momentos felicidade e nos somou instantes de tristeza.

Não sei se alguém te vai cuidar como eu cuidei, se te beijar como eu beijei, se te vai amar como eu amei.
Não sei se encontrarás o caminho, sem me teres contigo.
Não sei se foste embora porque eu deixei, se foi porque te magoei.
Não sei se me esperas como amigo ou me arrumarás para sempre em tua mente, como desconhecido.

Calaram-se palavras, beijos, desejos e promessas de anos que eram eternos.
O meu reflexo permanece vazio, á espera que um espaço seja preenchido.

Deixei-te ir…
Sem te prender, sem te amarrar a mim, sem te olhar nos olhos, sem te pegar na mão.
Deixei-te sem quando nem porquê.
Sem verdades nem mentiras.
Sem um todo, sem nada e sem ninguém.

Foi tão fácil de perder, tudo o que foi difícil de construir…

Não quero que fales…
Não preciso das razões, não preciso de te ouvir, de te falar, de te ver…
Não preciso da escuridão que trazes, que contrasta com o brilho da luz que anseio procurar, num outro tempo, num outro lugar.
Não te quero olhar, e saber que te irei odiar.
Não preciso da justificação para o que terminou, que me desfaz lentamente, como estivesse condenado a sofrer eternamente.

Quero-te vazia sem significado, sem coração, sem lágrimas, sem voz.
Quero-te perdida, encontrada em insignificância…
Quero a memória do quase perfeito, do quase feliz, do quase tudo, sem seres nada…
Quero lembrar-te enamorada.
Quero-te somente assim…calada.

(Escrito para todos os que perderam ou abandonaram alguém.
Para todos os que preferem ver-nos caladas.
Pela coragem de deixar ir... Força Tiago)

Texto de Catarina Portela - Blog "A vida é uma peça de teatro".

1 comentário:

Acerca de mim

A minha foto
Portugal
Um mundo de esperança..